Políticos no Brasil guardam seu dinheiro e renda em paraísos fiscais. Pequenas e médias empresas, classe média e baixa pagam os absurdos impostos do Brasil.

Como sempre indignado com os impostos no Brasil (que na verdade superariam 60% se todos pagassem como diz a lei), estava pesquisando sobre os “paraísos fiscais”. Ao contrário do que imaginava, os paraísos fiscais podem ser usados de forma totalmente legalizada. São pequenos países ou ilhas que tem pouca fonte de renda e atraem investidores cobrando impostos muito baixos. O problema deles é quando são utilizados para lavagem de dinheiro de drogras, armas e outros crimes.

Por isso, políticos adoram criar novos impostos. Assim eles conseguem colocar mais dinheiro no bolso de forma “legalizada”, mas nunca pagam estes impostos pois enviam suas rendas para paraísos fiscais. Todos os bens eles mantém em nome de empresas no exterior. Por isso, eles nunca tem nada em nome deles. Principalmente partidos considerados “do povo” como o PT. Eles tem que passar a imagem de pobres, mas tem tudo guardado fora do Brasil sem pagar impostos.

Infelizmente estas benefícios só estão ao alcance de poucos. Empresas nacionais que não tem como enviar dinheiro ao exterior e  toda a classe trabalhadora ficam presos no Brasil e obrigados a pagar altíssimos impostos. Parece uma ditadura camuflada, falsa democracia, quase uma escravidão. Parece aqueles filmes da idade média em que os cavaleiros do Rei passam cobrando impostos nas aldeias e colocando fogo em quem se recusa a pagar. Por isso existe muita gente que não sonha em crescer na carreira, nem subir na vida. O cara é promovido, ganha mais dinheiro, se mata de trabalhar mas nem por isso tem qualidade de vida, parece que no final do mes, não sobra nada, nem tempo nem dinheiro. É melhor ganhar pouco mesmo, sem responsabilidade, trabalhando pouco e vivendo as custas de bolsas do governo.

Empresas pagam multas exorbitantes por atraso em qualquer tipo de pagamento, mas nunca conseguem cobrar o mesmo dos seus devedores.

Descobri hoje que deixei de pagar 2 DARFs no começo do ano e por isso o nome da minha empresa estava sujo na receita federal. Pago dezenas de boletos de impostos e taxas do governo por ano, mas a contabilidade não enviou apenas estes dois DARFs. Resultado: um valor de R$4.000 teve uma multa acima de R$1.000

Infelizmente o governo não liga na hora cobrando e avisando no dia seguinte ao vencimento. Quando nos damos conta, a única coisa que sobra é nós mesmos (ou a contabilidade) calcular multa e juros sem negociação. Então muito tempo se passa.

Olha a sacanagem: altíssimas multas por atrasos de pagamento de impostos e taxas do governo, atraso em algumas contas de empregados deve-se pagar em dobro, código de defesa do consumidor também diz que valor cobrado errado dá direito do consumidor receber em dobro. Ou seja, qualquer erro da administração, a empresa é obrigada a pagar em dobro. Quando minha conta fica negativa no banco, vira aquela bola de neve com juros exorbitantes.

Vamos ver agora quando minha empresa tem pagamentos em atraso para receber: créditos de imposto do governo não atualiza, para receber alguns créditos do governo é necessário uma burocracia enorme com gastos com contador ou advogado e demora anos para receber, se receber á atualizado somente pela inflação.

Um cliente está devendo para mim: eu posso protestar no cartório, ele vai e paga no cartório sem nenhuma multa. Ou o cliente alega que está em situação dificil e não aceita pagar multa e juros. Ou seja, somos obrigados a receber o valor sem multa para não perder o cliente… na verdade aceitamos sem juros pois é melhor do que não receber nada.

Vou mostrar agora como quem faz tudo certinho só se fode no Brasil e os picaretas se dão bem.

Eu pago minhas contas em dia e quando atraso eu pago multas altíssimas.

O trambiqueiro fica anos sem pagar, ai o governo cria uma “anistia” que perdoa parte das dívidas e parcela em 60 vezes sem multa nem juros (ou juros baixos). O governo do Brasil fica fazendo “anistias”, programas de parcelamento, criando impostos e depois extinguindo impostos (aqueles que pagaram em dia se fodem, aqueles que deixaram de pagar são perdoados).

Isso é o Brasil. Quem quer fazer o certo só se dá mal. Os juros e multas só valem contra vocë e nunca a seu favor.

FGTS 10% = Imposto Provisório que finalmente vai ser extinto

Coisa rara no Brasil é um imposto ser reduzido ou extinto. As estatísticas não mentem que o percentual de impostos sobre o PIB só aumentou ano após ano, década após década. A criação da CPMF, cujo P significava provisório já virou depois P de permanente. A extinção do CPMF foi um milagre e ouvimos algumas vezes a idéia de retornar com ela.

Fico muito feliz em ouvir que a multa de 10% do FGTS também vai ser extinta. Afinal, os custos de demissão de um funcionário já são astronômicos e já escrevi diversos artigos que não deveria haver diferenciação entre pedir as contas e ser mandado embora. Nenhum funcionário pede as contas… fazem corpo mole até serem mandados embora ou pedem (ou exigem) ser mandados embora para ganharem um monte de benefícios.

Agora o argumento destes partidos comunistas dizendo que o dinheiro era usado para o “Minha Casa Minha Vida” não faz sentido. Afinal, todo e qualquer imposto é pago ao governo e deveria em teoria retornar em investimento para a população, ou seja, saúde, educação, transporte, moradia, etc. Infelizmente sabemos que estes impostos nunca são revertidos para o povo e param sempre no bolso dos políticos (inclusive destes comunistas) e sindicatos.

Nem a Rede Globo escapa de pagar multas ao governo.

Pouco tempo após eu publicar um artigo sobre uma multa bilionária da Petrobrás, vejo que a Rede Globo também não escapou. Sim, tida como uma das empresas mais poderosas do Brasil que tudo pode… Isto reitera a complexidade das leis brasileiras e custo Brasil. Nem mesmo uma Rede Globo tem condições de pagar os impostos de acordo com a lei. Se pagar tudo conforme manda a cartilha, fecha as portas. A outra opção é ter um enorme time de advogados para encontrar brechas na lei para reduzir o impacto dos impostos, e ficar sempre sujeito a diferentes interpretações e multas milhonárias. É gente, nem mesmo as grandes pagam todos os impostos… imaginem as pequenas… como sobrevivem?

Veja meu artigo anterior abaixo…

https://empresarioheroi.wordpress.com/2013/06/15/multa-da-petrobras-de-r7-bilhoes-por-suposta-divida-tributaria-mostra-que-todas-as-empresas-no-brasil-ficam-na-mao-dos-fiscais-do-governo-e-podem-fechar-as-portas-a-qualquer-momento-com-leis-desatual/

 

Brasil último colocado: altos impostos, nenhum retorno para a população. Governo rico, empresas sem lucro e população sem poder de compra.

Para qualquer empresário, não é novidade nenhuma saber que o Brasil é campeão dos impostos. Infelizmente a maioria da população não sabe na realidade quanto se paga de impostos sobre os produtos que compra, e ainda insiste que os produtos no Brasil são caros por causa das altas margens das empresas. Infelizmente quando o governo não reverte o alto recolhimento em impostos para a população, as empresas e o empreendedorismo são muito afetados. Afinal, a mão de obra fica desqualificada sem educação, doente sem acesso a tratamentos de saúde (tendo as empresas que oferecer planos de saúde privados), alto custo em vale transporte mesmo que ineficiente, etc. Da mesma maneira que a população não pode contar com nenhum serviço publico, as empresas ficam totalmente largadas. O governo não investe nem incentiva empresas inovadoras, não financia pesquisas e só defende empresas que financiam partidos políticos.

O pior é que o governo ainda faz milhões de campanhas para combater a sonegação, exigir notas fiscais, como se as empresas pagassem poucos impostos. Já somos campeão dos impostos no mundo mesmo tendo um monte de empresa sonegando, imagina se todos pagassem tudo certinho. Por isso que as empresas estão sempre na mão dos fiscais… nenhuma tem condições de pagar tudo certinho.

Imposto alto quer dizer que todos os produtos ficam caros e inacessíveis para a população e as empresas trabalham com margens mínimas para ficar com preços viáveis. Sem poder de compra, a população reclama que as empresas pagam salários baixos.

Não entendo quando vejo pesquisas de opinião dizendo e avaliando o governo como bom ou ótimo, mesmo nada funcionando. Não me refiro a partido X ou Y porque sempre foi a mesma merda. Hospital cheio sem médico nem leito, transporte público uma desgraça, estradas esburacadas, educação onde poucas escolas públicas se salvam, e por ai vai.

Não entendo como ainda existe gente que é contra a privatização do Brasil inteiro. Mas tem que privatizar e reduzir os impostos.

http://g1.globo.com/economia/noticia/2013/04/brasil-e-ultimo-colocado-em-ranking-sobre-pouco-retorno-dos-impostos.html

Índice Margherita. Pizza brasileira é a mais cara do mundo, assim como sair para comer fora.

Depois de comparar pelo mundo o preço de um BigMac, criaram o índice Margherita. Ou seja, pegar o valor de uma pizza de margherita em diferentes países. Parabéns ao Brasil: a pizza mais cara do mundo. Aqui pizza é coisa de rico. Não só a pizza é cara. Comer fora é caro. Nestes comparativos, os números poderiam ser ainda mais gritantes se levarmos em conta a diferença dos salários nos diversos países. Ou seja, uma pizza aqui no Brasil pode custar R$50, sendo que muitos ganham R$800. Esta pizza na Europa até pode custar os mesmos R$50 (equivale a uns 20 Euros), mas o mesmo trabalhador ganha 800 euros (e não oitocentos reais). Ou seja, ganhamos muito menos e temos que gastar muito mais.

A reportagem abaixo menciona inúmeros motivos para a pizza ser tão cara, e posso garantir que são todas verdadeiras. Os custos dos imóveis são exorbitantes, a mão de obra com todas as leis trabalhistas também fica cara, os ingredientes da pizza também fica cara com um custo Brasil tão alto. E novamente não podemos dizer que as pizzarias fazem fortuna, afinal, em toda esquina “literalmente”  existe uma pizzaria. Com esta concorrencia toda podemos afirmar que o preço cai ao menor nível possível.

Concluímos que tudo no Brasil é mais caro: os carros mais caros do mundo, as pizzas mais caras do mundo, eletronicos mais caros do mundo… até quando a população vai ficar dando nota “ótima” para presidentes e governantes diante de uma realidade tão dura ?!??!?!

http://vejasp.abril.com.br/materia/pizza-paulistana-e-a-mais-cara-do-mundo

 

Governo exige impostos não pagos da Natura. Todo ano, vemos grandes empresas sonegando impostos. Não tem como sobreviver de outra maneira.

Várias vezes por ano, vemos grandes empresas que são sonegadoras de impostos ou se envolvem em escândalos tributários. Como a carga tributária no Brasil é totalmente sufocante, todas as empresas são obrigadas a inventar maneiras de reduzir gastos com impostos. Isso é muito comum em pequenas ou médias empresas e posso chamar de normal esta sonegação. Mas ao longo dos meus anos, eu percebi que isso também é muito comum em grandes empresas. Realmente não é fácil de ver isso pois é muito bem maquiado, além do fato do fiscal sempre perdir um dinheiro por fora para fechar os olhos.

As grandes empresas tem um setor tributário especializado em descobrir brechas na lei ou analisar a super rebuscada e complexa lei tributaria brasileira. Por varias vezes, podem existir várias interpretações com diferentes alíquotas de impostos. É claro que sempre escolhemos a opção com menos impostos, mas o governo sempre acha o contrário, exigindo que paguemos pelo máximo.

Escrevi este artigo para mostrar que não são só as pequenas que sonegam. Pois nem mesmo grandes empresas conseguem sobreviver com tanta carga tributária. Se elas que são grandes e rentáveis e se submetem a estes riscos, imaginem as pequenas empresas. Já comentei anteriormente que minhas empresas com apenas 60 funcionários recolheram mais de R$1 milhão de reais em 2012… vendo que o governo não dá saúde, educação, nem moradia nem nada, é muito dinheiro…. é muita corrupção no governo. Campanhas para combater sonegação não faz sentido pois o governo já recolhe muito mais do que qualquer outro país. Reduzam os impostos primeiro, para depois querer combater sonegação !!

http://economia.ig.com.br/empresas/industria/2013-01-07/receita-exige-da-natura-r-6278-milhoes-em-impostos-nao-recolhidos.html

http://www.brasildefato.com.br/node/688

Minhas empresas com total de 60 funcionários pagaram R$1, 2 milhões em impostos! Imagina quanto poderia ser feito com tudo isso!

Fechei o balanço de 2012 com um número alarmante. Somando todas as guias efetivamente pagas, nos 12 meses, paguei um pouco mais de R$1,2 milhões em impostos. Se estes valores retornassem para cada um de meus quase 60 funcionários, teriamos em torno de R$1.700 por mês para cada funcionário. Supondo que 50% deste valor fosse retido para o funcionário, teriamos R$850 por mes. Neste valor, podemos facilmente pagar um plano de saúde coletivo, educação, uma parcela de um financiamento de uma casa popular, ou seja, oferecer tudo que o governo deveria conceder, mas não dá nada! Ainda sobraria mais 50% para reverter ao resto da população. Não estou falando de uma vida de luxo, mas uma qualidade muito acima do que estamos acostumados na rede pública. Isto cobriria todas as necessidades básicas das famílias que trabalham comigo.

Quando ouço que o desemprego no Brasil está em 5%, imagino o quanto de dinheiro está vazando ralo abaixo se cada funcionário representar isso tudo de impostos.

Tenho certeza que meus funcionários, nem a maioria da população faz ideia de todos estes impostos que são pagos pelos empresários. Temos que levar em conta que além disso, todas as pessoas físicas também pagam impostos, através do imposto de renda ou todos os impostos embutidos nos produtos que compramos, IPTU, IPVA, e todos aqueles impostos que estamos acostumados.

Posso garantir que o governo levou a maior fatia do bolo. Mais do que todos meus funcionários, mais do que todos os sócios, mais do que todos meus fornecedores. O governo é nosso sócio majoritário, mas tipo “funcionário fantasma” que nunca aparece e só recebe o contra cheque no final do mes. Não temos lucro, nem condições de fazer investimentos. Vejo pequenas, médias e grandes empresas que mais parecem puxadinhos, funcionários espremidos, estoques subdimensionados, muitas paredes sem uma pintura bem conservada, telhados velhos, muitas funcionando sob lonas baratas, divisórias de papelão, e por ai vai.

Isso é comunismo ou socialismo, quando o governo leva tudo. E infelizmente a máquina do governo é totalmente ineficiente e corrupta, e não reverte nada para a sociedade.

E ainda ficam lançando campanhas contra sonegação fiscal e “exija sua nota fiscal”… querem ganhar mais ainda??? Assim não sobra pra ninguem, nem para os empresários, nem para os funcionários.

Tia Augusta está falida! Nestas horas de crise, não existe sindicato nem nada para tentar salvar as empresas !

É com muita tristeza que ouço sobre a suspensão das atividades da Tia Augusta, afinal, ouvia este nome desde minha infância. Nestas horas vemos a injustiça com empreendedores(as) como a Tia Augusta, empresa familiar que com muita luta cresceu e ganhou reconhecimento ao longo dos anos. Empresa no Brasil tem tratamentos opostos quando dão lucro ou quando dão prejuízo.

Abrir uma empresa requer muita dedicação dos donos, investimento e noites sem dormir. Dificilmente uma empresa dá algum lucro antes dos dois anos. Na realidade em dois anos a maioria das empresas fecham no prejuízo. Após alguns anos, a empresa pode começar a se tornar lucrativa. Finalmente todos os anos de dedicação e todos os riscos que o dono da empresa correu, pode render um lucro maior.

Vemos o que acontece com empresas lucrativas: sindicato batendo na porta todo ano para levar uma fatia do bolo, funcionários sempre se julgando vítimas dos patrões exploradores, leis trabalhistas complexas, impostos super pesados, código de defesa do consumidor, etc. Qualquer decisão judicial ou multa vira uma fortuna, já que empresa lucrativa sempre pode pagar mais.

Vejamos agora a situação de uma empresa falida. Não existe nenhum sindicato para negociar e tentar reerguer a empresa. Será que flexibilizar alguns direitos trabalhistas não poderiam ajudar a empresa a reerguer e não precisar demitir dezenas ou centenas de funcionários??? Afinal, uma falência também representa demissões em massa e trabalhadores na rua.

Vejo muitos consumidores revoltados em perder seus pacotes de viagens já pagos. Entra o PROCON e fica falando dos direitos do consumidor como se a Tia Augusta tivesse falido por alguma ação desonesta dos sócios. Ouço vários advogados falando dos direitos trabalhistas.

Na hora da falência, todo mundo fica atirando pedra como se a falência fosse uma coisa maldosamente planejada. As pessoas esquecem que não foi escolha da Tia Augusta decretar falência.

Acho interessante pensar também sobre as imensas verbas rescisorias trabalhistas. É uma dívida para empresa que ninguem sabe dizer o tamanho. Só descobrimos quando precisamos mandar um funcionário embora. Ou seja, quando uma empresa começa a ficar mal das pernas e precisa reduzir custos e ficar mais enxuta, é praticamente impossível demitir já que o custo de demissão é muito alto. Vira um círculo vicioso: a folha de pagamento está alta mas não tem dinheiro para demitir;

Os clientes estão certos em reclamar e os funcionários exigirem seus direitos, mas o governo (que sempre foi o maior sócio da empresa retirando mais do que o dono de fato) deveria oferecer um financiamento especial, benefícios de impostos, isenções. Afinal uma empresa que funcionou por décadas, virou referencia no mercado, realizou sonhos de viagem de muitos, pagou muitos impostos e empregou muita gente deveria ter alguma mão amiga para ajudar nestas horas.

Todos gostam de dizer “exijo meus direitos”… existem os direitos trabalhistas, direitos do consumidor, mas não existe os direitos do empregador !!

Carga tributária bate recorde. Como pagar bons salários e investir na empresa e desenvolvimento se o governo pega todo o lucro?

Infelizmente esta notícia aparece todos os anos na seqüência. A carga tributária bate recorde. Como empresário e também cidadão sempre soube disso e não precisa de uma notícia de jornal para me dizer isso. Infelizmente a grande maioria da população não sabe o quanto as empresas tem que pagar de impostos. Muitos impostos pagos e nenhum retorno nem para empresas nem para a população. Pais sem nenhuma infra estrutura para negócios, nem saúde, nem educação, sem transporte, sem futuro !!

Como uma empresa pode pagar bons salários, investir em modernidade, desenvolver novos produtos se o governo rouba todo o lucro e ainda não dá nenhuma condição para competirmos com empresas de fora ??? Nós empresários somos obrigados a cortar tudo que não é estritamente necessário. Por isso as empresas ficam rastejando para sobreviver e muitas vezes sonegar impostos para não falir de vez!

Toda pessoa física tem uma mordida bem grande no imposto de renda. As pessoas jurídicas tem todos os meses e ainda compramos matérias primas caras pois já tem muito imposto embutido.

35% do PIB é imposto da Suécia (um dos países mais desenvolvidos com melhores indices em qualquer ranking) com serviços sociais comparado aos países mais pobres da Africa. Até quando??

http://www1.folha.uol.com.br/mercado/1193286-carga-tributaria-vai-a-35-do-pib-em-2011-e-bate-recorde.shtml