Começar nova empresa, seu marketing plan e suas expectativas

Mais uma vez, recebi um convite de um amigo meu para importar produtos da Ásia e abrir uma nova empresa em sociedade com ele. Estou sempre aberto a novas ideias e pretendo pensar um pouco mais no assunto. Agora vou colocar umas considerações que já me vieram na cabeça:

a) Só quem já teve empresa sabe das dificuldades de se iniciar um negócio. Muitas pessoas estão cansadas de serem empregados e querem tomar conta do próprio nariz, mas este sonho gera um otimisto desproporcional, parecendo tudo mais fácil e rápido. Principalmente aquelas pessoas que trabalham em grandes empresas com grande estrutura, em que tudo acontece e funciona sozinho. Você será o RH da sua empresa, será o Comercial, o motorista, o controle de qualidade, o financeiro, o comprador, etc.

b) Fiz pós graduação em Marketing nos EUA, aprendi a fazer um Marketing Plan muito bem feito. Infelizmente todas as vezes que montei um marketing plan, a coisa deu errado. Para as duas empresas que tenho hoje, nunca fiz um marketing plan. Para alguns produtos que já tentei importar e outros negócios que tentei com amigos, perdemos semanas ou meses fazendo o marketing plan, e novamente, nada do que planejamos funcionou. Mais importante do que fazer um Marketing Plan é ter tudo bem claro na sua cabeça e fazer bastante masturbação mental. Todas as pesquisas são válidas, mas levamos muito tempo para formalizar as idéias e colocar tudo no papel. Gaste esse tempo pondo a mão na massa.

c) Quando for prever as despesas e as receitas: as despesas podem ser pesquisadas e mais precisas. Suas previsões de despesas provavelmente estarão certos, talvez aparecendo alguns extras. Por outro lado, as receitas serão totalmente chutadas. Estas receitas eu tenho certeza que você ira errar feio. Colocar um produto novo no mercado, construir seu nome leva meses, ou anos.

d) Se sua empresa ficar no Zero a Zero no final do primeiro ano, parabens!!! Muitas vezes a empresa começa a dar um pouco de dinheiro depois do segundo ano. Isso quando não fecham antes disso.

e) Não acredite que você consiga ter sucesso em sua nova empresa sem se dedicar em período integral. Já ouvi algumas pessoas sonhando em ter o negócio próprio enquanto trabalha em outra empresa para garantir seu salário no final do mês. Se alguém conseguir isso, me ensina a receita. Na verdade, você terá (e vai querer) trabalhar dia, tarde e noite. Ainda hoje, depois de mais de 10 anos na vida de empresário, faço muitas horas extras.

f) Não de um passo maior do que a perna. Não invista todo seu dinheiro de uma única vez. Esteja preparado para imprevistos. Prefira começar pequeno e com gastos menores, e ir crescendo aos poucos. Você verá que a medida que você ganha experiencia no seu mercado, você precisará fazer mudanças no seu produto, na sua empresa, etc, e isso gera gastos extras.

g) Nós, pequenos empresários, temos menor estrutura e fortes restrições de investimento, por isso, estamos na corda bamba o tempo todo.

Revolta de um Empresário no Brasil – A motivação para iniciar um blog

Depois de ter uma pequena empresa por mais de 10 anos e depois entrar na sociedade de outra empresa com mais de 25 anos, percebi que são inúmeras as dificuldades para abrir e manter uma empresa no Brasil. Fico realmente revoltado com todos os impostos que uma empresa tem que pagar, o protecionismo exagerado e inflexibilidade da CLT que coloca patrões contra empregados, fiscais mal intencionados que chegam botando uma pressão danada que mais parece um sequestrador ameaçando sua família, a concorrência nacional e internacional cada vez mais feroz, as interminaveis leis brasileiras que geram multiplos entendimentos, e ainda ser tratado como “explorador” dos trabalhadores como se nossa vida fosse fácil e rendesse muito dinheiro !!!

O pior é que a população de modo geral não faz a menor ideia de tudo isso. Acha tudo caro, mas não faz idéia o quanto de imposto está embutido em cada produto. Os funcionários acham que somos inflexíveis por não dar benefícios ou abrir excessões. Mal sabem eles que tudo que damos deliberadamente vira automaticamente “direito adquirido” e depois podemos levar um processo, tendo que pagar tudo 10 vezes mais (13 salario, ferias, FGTS, etc). Acabamos tendo que nivelar tudo por baixo, ou seja, os bons “pagam” pelos maus pois temos que tratar a todos igualmente. A burocracia enorme na prefeitura e demais orgãos públicos. O custo brasil. Falta de mão de obra qualificada. E por ai vai !!!

Vocês já perceberam que existe o CDC (Código de Defesa do Consumidor) para proteger o consumidor; a CLT para defender os trabalhadores; o governo tem todas suas leis e não precisa quem os defenda. E a empresa não tem um código de defesa do empresário?? Se não for direito do consumidor, nem do trabalhador, nem do governo, ai sim, é direito do empresário !! É isso, o último da fila !!!

Não pensem vocês que nasci em uma família rica !!! Meu pai morava na roça e numa casa bem humilde !! Hoje qualquer um pode ser empresário !! E na verdade, acabou aquela história que os empresários são todos poderosos !! O Brasil vive hoje das pequenas empresas e quero expor aqui tudo o que vem na minha cabeça pois dificilmente ouço ou vejo alguem defendendo empresário e seus interesses !!!

Considero todos os empresários heróis !!! Não deixo de dar a importancia também para os trabalhadores !!! Não sei o que é mais dificil hoje porque também não é facil ser empregado !!! Só sei que atualmente o governo conseguiu uma situação em que o empresário perde e o trabalhador também perde !!! Espero que meu blog sirva de reflexão para muitos e traga alguma mudança para incentivar o crescimento das empresas e dos trabalhadores !!!