Certificações Inmetro, Anatel, entre outros, deveriam ser subsidiados pelo governo ou financiados para incentivar empreendedorismo e inovação.

Publiquei há alguns meses um artigo mencionando o alto custo de obter uma certificação Inmetro para um produto que eu estava importando havia alguns anos. Cada vez mais o governo exige certificados gerais para todos os tipos de produto. Recentemente tive interesse em importar produtos específicos para telecomunicação e descobri que precisaria do selo da Anatel. A primeira vez custaria em torno de R$20.000 e depois teriam pagamentos anuais de valor bem mais baixo.

O outro produto anterior que exigia Inmetro custaria também entre R$20.000 e R$30.000, imaginando que o produto fosse aprovado de primeira, sem exigir nenhuma modificação.

Não sou contra a certificação, pelo contrário, certificações garantem segurança e boa qualidade a população. O que acho absurdo é o alto custo para obter os selos: testes em laboratório, visita a fábrica, entre outras documentações. Para grandes empresas que vendem milhares de unidades de cada produto e fabricam ou importam vários conteineres por ano, o custo do selo é diluido. Mas e no meu caso, que não vou vender nem mesmo 1000 peças do meu produto? Encarece demais meu investimento e o custo final do produto.

Para incentivar as empresas e viabilizar o lançamento de novos produtos no mercado, o governo deveria facilitar a obtenção do selo, seja através de subsidio ou mesmo financiamentos de longo prazo. Fica bom para as empresas de menor porte e também para a população que terá mais variedade, preço final mais baixo e mesmo assim produtos com segurança e qualidade. Conheço muitos produtos inovadores e interessantes fora do Brasil que atenderiam um nicho “específico” e “restrito”, mas ficam inviável de serem trazidos ao Brasil pois não tem volume de vendas que justifique investimento em certificações. E olha que são produtos que já tem dezenas de selos internacionais de qualidade e mesmo assim, tem que passar por uma grande bateria de testes aqui no Brasil… bem caro.

 

Esse link abaixo diz mais ou menos a mesma coisa sobre celulares:

http://tecnologia.ig.com.br/especial/2013-04-11/lentidao-da-anatel-prejudica-venda-de-celulares-legalizados-diz-fabricante.html

 

 

2 comentários em “Certificações Inmetro, Anatel, entre outros, deveriam ser subsidiados pelo governo ou financiados para incentivar empreendedorismo e inovação.

  1. Michel disse:

    O governo do Brasil não está preocupado com o Brasil nem com os brasileiros. Se estivesse, já estaria tudo mais fácil neste país. O que eles fazem é só dificultar e complicar tudo e sugar as empresas sem dar absolutamente nada em troca. O governo do Brasil é parasita legalizado.

  2. Michel disse:

    Acho absurdo que o governo esteja tão severo com produtos estrangeiros que já estão certificados em outros países. (Eu ouvi falar que tem laudos feitos em outros países!) Tem muito mais problemas com produtos fabricados no Brasil mesmo. Será que o governo não sabe disso?

    O que é totalmente absurdo neste país é que o governo que arrecada tanto imposto faz muito pouco para o país. Para onde vai todo o dinheiro?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s